Coleção de Vinil

domingo, 16 de junho de 2013

Coleção 16 | One Love (2009) - David Guetta - 120 gram - 2LP

Ano: 2009
Gravadora: Virgin Records
Gênero: Techno, Dance Music, House Music e Eletro Pop.
Valor: R$ 130,00
Estado da capa*****
Estado do vinil*****
Estado do encartenão possui
Qualidade do som*****
Avaliação do álbum*****
Obs: o álbum não está a venda.

Pela primeira vez no De Volta Para o Vinil, um post sobre música eletrônica, e não poderia começar em melhor estilo, pois chegou na semana passada "One Love": álbum de maior sucesso do produtor musical David Guetta.
Dj muito respeitado atualmente no mundo da música eletrônica, em 2008, foi eleito o 5° DJ mais popular do mundo e o mais popular DJ de Eletro Pop pela DJ Magazine britânico. Já em 2009, conseguiu subir duas posições, sendo eleito o 3º DJ, atrás apenas de Tiësto e Armin Van Buuren. No ano de 2010, subiu mais uma posição, alcançando o lugar de 2º. Em 2011 ele alcançou o 1º lugar da tabela de DJs pela "DJ Magazine".
Guetta já vendeu mais de três milhões de álbuns e 15 milhões de singles no mundo.2 Ele é atualmente um dos mais procurados produtores de música, fazendo inúmeras parceiras com cantores consagrados do Pop e Dance Music.
Por isso, no post Coleção de hoje vou falar um pouco sobre a carreira de David Guetta destacando o conteúdo do álbum "One Love".
Pierre David Guetta conhecido profissionalmente como David Guetta, é um músico francês, vencedor de 2 Grammy Awards, atuando no gênero da House Music, sendo produtor musical e DJ, de ascendência judaica marroquina, nascido em Paris, em 7 de novembro de 1967. .
No início de 1980, com 13 anos, David Guetta começou a mixar seus vinis e, cerca de um ano mais tarde, com 14 anos, começou a organizar festas em casa.
Aos 17 anos, Guetta iniciou mixando na Broad Club em Paris, tocando sons populares e descobriu a Farley Master Funk, tocada na Rádio Francesa em 1987. Em 1990, lançou "Nation Rap", uma colaboração hip-hop com o rapper francês Sidney Duteil.


No meio de 1990, Guetta tocou em clubes incluindo Le Centrale, The Rex, Le Boy, e Folies Pigalle. Lançou em 1994 a sua segunda música, uma colaboração com o vocalista Robert Owens com o nome de "Up & Away", foi o menor hit de Club. Em 1994, David Guetta tornou-se o gerente do clube noturno Le Palace e continuou a organizar festas em outros clubes, tal como as "festas de grito" no Les Bains Douches.
Em 2001, David Guetta e Joachim Garraud fundaram Gum Productions e no mesmo ano Guetta produziu o primeiro single "Just a Little More Love", com cantor americano Chris Willis, produzido por Garraud. O Álbum de estréia de Guetta "Just a Little More Love", foi lançado em 2002 pela Virgin Records e vendeu mais de 250.000 cópias. O single, "Love Don't Let Me Go", foi lançado em seguida também em 2002. Outros singles do álbum incluem "People Come, People Go", com Chris Willis e "Give Me Something", com Barbara Tucker.



O segundo álbum de Guetta, "Guetta Blaster", foi lançado em 2004, sendo o Dance número 1 nos E.U.A com "The World is Mine" com DJ Davis. Em 2006, foi lançado "Love Don't Let Me Go (Walking Away), um mash-up que contém a canção "Love Don' Let Me Go", lançada originalmente em 2002 por Guetta, e um remix feito pelo DJ Tocadisco de "Walking Away" da banda The Egg. O single, chegou ao 3º lugar no Reino Unido.


Em 2007, foi lançado o terceiro álbum de Guetta, "Pop Life". O álbum foi bem sucedido no Reino Unido e Irlanda, assim em toda Europa. O single "Love Is Gone" alcançou o número 1 no "American Dance Chart" e nas paradas da Billboard Hot 100. Ele tocou em muitos países ao redor do mundo para promover o álbum. Em janeiro de 2008, tocou em Maurício, acompanhado pelo rapper francês JoeyStarr do grupo de rap francês NTM. Ele se apresentou com Tiësto, Carl Cox, Joachim Garraud e Martin Solveig na frente de 40.000 espectadores.


David Guetta lança seu quarto álbum de estúdio, "One Love", que foi lançado oficialmente para a loja iTunes em 21 de agosto de 2009, e foi lançado em CD em 24 de agosto de 2009 na Europa e em 25 de agosto nos Estados Unidos.
"When Love Takes Over" foi lançado como primeiro single e contou com Kelly Rowland. A canção foi um hit de sucesso no mundo inteiro e alcançou a primera posição no Reino Unido, ganhando a "Melhor Gravação Remix Não-clássica" do Grammy Award.


"Sexy Bitch" (versão limpa de "Sexy Chick") foi o segundo single do álbum, e contou com Akon. A canção se tornou um sucesso mundial, alcançando a primeira posição em treze paradas diferentes. Alcançou a primera posição no Reino Unido, assim como em muitos outros países.


"One Love" foi lançado como terceiro single do álbum, contando com a cantora Estelle. Alcançou o topo na parada do Hot Dance Club Songs da Billboard.


"Memories" foi lançado como quarto single em 15 de março de 2010, apresentando com Kid Cudi. A canção alcançou a posição de número primera na Bélgica, República Checa e Holanda.


"Gettin' Over You", foi lançado como quinto single mundialmente, com vocais de Chris Willis, Fergie e LMFAO. Esta versão só pode ser ouvido sobre a nova versão de One Love e One More Love. Ele chegou ao topo das paradas de singles do Reino Unido e França.


"Who's That Chick?" é o sexto single de One Love e primeiro single de relançamento de One More Love, com participação da cantora Rihanna. Atualmente, o vídeo da canção faz parte de uma promoção de campanha publicitária para a Doritos. Dois vídeos foram criados, um dia e outro a noite. Eles foram lançados em 22 de novembro.


O álbum recebeu críticas geralmente favoráveis de críticos de música, e foi um sucesso comercial vendendo mais de 3 milhões de cópias desde seu lançamento.
O álbum recebeu uma nomeação para o 52º Grammy Awards na categoria de "Melhor Álbum Eletrônico/Dance". O single do álbum, "When Love Takes Over" foi indicado nas categorias de "Melhor Gravação Dance" e "Melhor Gravação Remix Não-clássica", e venceu o último.
One Love foi novamente relançado na América do Norte em 24 de agosto de 2010, incluindo o novo mix de "Gettin Over You", bem como uma versão remix de Madonna, na canção "Revolver", e o single "Acapella", da cantora Kelis, ambos produzidos por Guetta. O álbum foi relançado com o título One More Love no Reino Unido em 29 de novembro de 2010 e em 25 de janeiro de 2011 nos Estados Unidos. Ele inclui o novo single "Who's That Chick?", que apresenta a gravação da artista Rihanna.
Os três álbuns anteriores foram suficientes para Guetta colocar seu nome na cena eletrônica européia.
Mas com "One Love", Guetta tinha a dificílima missão de conquistar a América. “Não quero levar a América para o clube, quero levar o clube para a América”, afirma David.
E a se julgar pelo desempenho obtido com os 2 primeiros ‘singles’, “When Love Takes Over” e “I Gotta Feeling”, que alcançaram o 1º lugar dos charts eletrônicos dos EUA, o álbum cumpriu seu papel.
Ambição é o que não falta e convicção há de sobra. “One Love” é um manifesto da música eletrônica onde Guetta enverniza todo e qualquer estilo (Rap, Disco, Funk, etc...) com elementos do gênero. O segredo no acabamento é a estratégica lista de convidados especiais, bem ao gosto norte-americano, incluindo nomes como Akon, Black Eyed Peas, Ne-Yo, Kelly Rowland, entre outros.


Assim, o 4º álbum na discografia de David, apesar de não ser homogêneo e mais parecer uma compilação aleatória de músicas compostas e produzidas por Guetta, deu ao DJ francês a tão sonhada popularidade na terra do tio Sam.
Em 2010, David Guetta coescreveu e produziu a canção "Commander" de Kelly Rowland de seu terceiro álbum "Here I Am". Chegou a ser número primeiro na Billboard Hot Dance Club Songs Chart nos Estados Unidos, e chegou a dez posições na Bélgica e no Reino Unido. Guetta também coproduziu "Forever and a Day", lado de Kelly. Em 28 de Junho 2010 o rapper americano Flo-Rida lançou o single "Club Can't Handle Me", com David Guetta. A canção está incluída no álbum da trilha sonora do filme "Step Up 3D".


Seu quinto álbum de estúdio foi lançado em 30 de agosto de 2011, como um álbum duplo: um disco eletrônico e outro com vocais. O DJ francês inspirou-se em bandas de rock como Kings of Leon e Coldplay para adicionar influências de rock para suas produções de dança. "Where Them Girls At" com Nicki Minaj e Flo Rida foi lançado mundialmente sendo primeiro single do álbum no dia 02 de maio de 2011. O álbum também apresenta o hit single "Sweat" com Snoop Dogg. Guetta também lançou três singles promocionais para "Nothing But the Beat", "Titanium" com Sia, "Lunar" com Afrojack e "Night of Your Life" com Jennifer Hudson.




"Little Bad Girl" com Ludacris e Taio Cruz foi lançado como segundo single em 28 de julho de 2011. O terceiro single "Without You" com Usher foi lançado em 27 de setembro de 2011. No fim de 2011 lançou "Turn Me On", novamente com Nicki Minaj, além de lançar como single oficial "Titanium", devido ao sucesso como single promocional. No início de 2012, lançou como sexto single "I Can Only Imagine", parceria com Chris Brown e Lil Wayne, e com samples de "Save the World" (Swedish House Mafia) e "Titanium", a canção "Laserlight", para a cantora Jessie J.





É óbvio que após vender três milhões de cópias de seu quarto álbum, "One Love" (2009), emplacando ao menos três megahits nas pistas mundiais, David Guetta cairia na tentação de repetir a fórmula em "Nothing But the Beat".  O DJ francês apresenta um álbum duplo, com um segundo CD que reúne dez temas instrumentais de tom futurista. Temas como "The Alphabeat" e "Lunar" - que junta Guetta e Afrojack - podem soar mais surpreendentes, mas é óbvio que as atenções do público e das rádios vão estar voltadas para as 12 faixas do disco 1. E, justiça seja feita, Guetta dispara munição pesada para as pistas de caráter pop. É Dance Music, mas com melodia, como provam canções como "Without You" (cantada por Usher) e "Nothing Really Matters" (faixa em que figura will.i.am, habitual colaborador de Guetta).
Há alta dose de rap no álbum, fartura previsível para quem já sabia que a estelar lista de convidados especiais de "Nothing But the Beat" conta com Lil' Wayne em "I Can Only Imagine" (faixa que destaca mais Chris Brown), Flo Rida em "When Them Girls At" e Ludacris, na envolvente "Little Bad Girl", música em que também figura Taio Cruz. E, entre tantos rappers, o álbum expõe a potência da voz de Jennifer Hudson, convidada de "Night of your Life". Embora, no quesito feminino, quem roube a cena seja Nicki Minaj, não tanto no single "Whem Them Girls At", mas, sobretudo, em "Turn me on", destaque deste disco que sinaliza que David Guetta vai manter seu reinado pop nas pistas por um bom tempo.


Músicas
A1 - "When Love Takes Over" (Feat. Kelly Rowland)
A2 - "Gettin' Over You" (Feat. Chris Willis, Fergie & LMFAO)
A3 - "Sexy Bitch" (Feat. Akon)

B1 - "Memories" (Feat. Kid Cudi)
B2 - "On the Dancefloor" (Feat. Will.I.Am & apl.de.ap)
B3 - "It's the Way You Love Me" (Feat. Kelly Rowland)
B4 - "Missing You" (Feat. Novel) Novel, Sandy Vee, Jean-Claude Sindres 3:07

C1 - "Choose"
C2 - "How Soon is Now" (Feat. Sebastian Ingrosso, Dirty South & Julie McKnight)
C3 - "I Gotta Feeling (FMIF Remix Edit)" (Feat. Black Eyed Peas)
C4 - "One Love" (Feat. Estelle)

D1 - "I Wanna Go Crazy" (Feat. Will.I.Am)
D2 - "Sound of Letting Go" (Feat. Chris Willis)
D3 - "Toyfriend" (Feat. Wynter Gordon)
D4 - "If We Ever" (Feat. Makeba)


Fotos do Vinil

Fotos do vinil: Diego Kloss

Nenhum comentário:

Postar um comentário